Seguidores

sábado, 31 de março de 2012

DUAS MÃOS JAMAIS SERÃO IGUAIS





Por mais que se olhe, e examine-se,as mãos e seus respectivos dedos jamais serão iguais,poderão até parecer-se em demasia mas iguais jamais.e não cabe a nos julgar ou ficar eternamente fazendo comparações,e exigencias que não nos cabem comparaçóes
julgamen tos só nos farão sentirmos mal e com sentimentos contraditórios de culpa,
que não são adequados nem necessarios,jamais existira o perfeito perante os nossos olhos e nosso lapidamento,procuremos fazer o melhor, mas nosso melhor não e o perfeito ele não faz parte desta vida portanto não se sinta tão aborrecido pensando,
que tenha sido tão falho e sem valor,nada é por acaso tudo tem o seu porque não
compare e nem julgue apenas tente sempre melhorar,e amparar a parte mais fraca mais fragil.que no momento,nos parece a mais nessecitada de atenção e de cuidados.
nem sempre os que nos parecem fortes são independentes,as vezes são os mais carentes,
nossa atenção deve ser permanente e complacente sem julgamentos precipitados.

Emanuel
18-12-2005psicografado por marlene de goes

2 comentários:

Mari disse...

Querida amiga Marlene, quem tem condições de julgar o próximo? Quem ja alcançou tamanha perfeição que possa julgar o outro? Quem não comete erros? Quem julga os outros, não têm tempo de julgar seus próprios atos e pensamentos, perdendo oportunidades valiosas de se melhorar a sí mesmo...

Desejo que sua semana seja iluminada, querida Marlene!!
Beijos!♥

Esplendor da Criação disse...

Olá Marlene!
E as vezes somos rápidos nas comparações e julgamentos. Precisamos exercitar nossos sentimentos para melhorar a cada dia um pouquinho, almejando um dia chegar a perfeição, junto do nosso Pai Eterno. Bjs.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...